Gentio do Ouro - Prevendo impedimento, vice de Ivonilton Vieira renuncia e lança esposa em seu lugar:


O candidato Adenilton Alves presumindo impedimento ao registro da sua candidatura junto ao órgão competente, desistiu de concorrer ao cargo de vice-prefeito na chapa de Ivonilton Vieira (PSD) em Gentio do Ouro e lançou em seu lugar, a candidatura de sua esposa, Durciene da Silva Almeida. A informação é confirmada através da pagina do TSE.

A decisão é mais uma das bizarrices da política brasileira, tendo em vista a capacidade da mulher, não precisava a esposa de Adenilton ver o marido renunciar à candidatura para se candidatar, com base nos fatos, fica claro que a Sra. Durciene da Silva Almeida esta sendo usada politicamente, apenas para levar em frente os interesses do esposo e de siglas partidárias.


Entenda a situação conforme publicado dia 13/07/2012:

Gentio do Ouro – Vice de Ivonilton Vieira pode ser considerado inelegível pela justiça eleitoral: 

 

Adenilton Alves de Almeida pré-candidato a vice na chapa majoritária de Ivonilton Vieira figura na seleta lista dos fichas sujas. 

No início da tarde da última quinta-feira (05/07), atendendo a determinação legal, o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, Conselheiro Paulo Maracajá Pereira, e o Corregedor da Instituição, Conselheiro Raimundo Moreira, entregaram à Presidente do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), Desembargadora Sara Silva de Brito, as listas referentes a rejeições de contas das Prefeituras, das Câmaras Municipais e das entidades descentralizadas, nos últimos sete anos (de 2004 a 2010).

Adenilton Alves protagoniza na lista por irregularidades pertinentes aprovações nas contas da Câmara Municipal referente aos exercícios de 2007 e 2008 no qual em 2009 o TCM imputou-lhe multa de R$ 1.500,00 e determinou a formulação de representação ao Ministério Público por irregularidades baseada no descumprimento do artigo 29-A da Constituição Federal, uma vez que o total de despesas da câmara, incluindo os subsídios dos vereadores e excluindo os gastos com inativos, não poderia ter ultrapassado o montante de R$ 456.989,97 e conforme o balancete do mês de dezembro, as despesas orçamentária realizadas foram de R$ 463.363,39.

Por: Romeu Júnior








Tecnologia do Blogger.