09/11/2012

ONG no município de Gentio do Ouro recebeu quase R$ 6 milhões para palestrar sobre o pré-sal e é suspeita de irregularidades:



O parlamentar Sandro Regis revelou que uma ONG no município de Gentio do Ouro recebeu quase R$ 6 milhões para palestrar sobre o pré-sal. “Não é desqualificando a cidade, nem desqualificando a ONG, mas como é que uma entidade que está a quilômetros de distância do pré-sal, pode palestrar sobre isso”.

O líder do PR/PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis, defendeu as acusações do deputado Luciano Simões (PMDB) sobre as irregularidades encontradas nos convênios de R$ 125 milhões firmados entre o Governo do Estado e 22 ONGs, visando à construção de cisternas. “Em nenhum momento o deputado Luciano subiu a esta tribuna para individualizar ou jogar nesta Casa a responsabilidade da questão das ONGs. O que nós fomos dizer hoje ao Ministério Público foi que na época eleitoral foram conveniados R$ 125 milhões para obras de recursos hídricos, e mais R$ 44 milhões para assistência técnica rural”, criticou Régis.

O parlamentar questionou a existência de órgãos estaduais responsáveis pela execução desses serviços, a exemplo da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos (Cerb) e da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A (Ebda). 

Sandro revelou que uma ONG no município de Gentio do Ouro recebeu quase R$ 6 milhões para palestrar sobre o pré-sal. “Não é desqualificando a cidade, nem desqualificando a ONG, mas como é que uma entidade que está a quilômetros de distância do pré-sal, pode palestrar sobre isso? Fica evidenciado que esses repasses, na maioria dos casos, foram irregulares. Foram R$ 125 milhões que o governo aportou, sem licitação e fiscalização, em associações para fazer obras de recursos hídricos tendo a Cerb especializada nisso. O fato, no mínimo, tem que ser investigado”, afirmou Sandro Régis.

Fonte: www.jornalgrandebahia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do Blog ConeXão Gentio do Ouro reserva-se no direito de apagar tais mensagens.