ENQUETE: Como você avalia os 100 primeiros dias da gestão do prefeito Robério Cunha?

Saúde do município de Gentio do Ouro está na UTI

Um dos problemas é o sucateamento nos itens mobiliários, que apresentam um avançado estado de deterioração, tomados pela ferrugem


O hospital Municipal Getúlio Reginaldo Cunha, localizado na sede do município de Gentio do Ouro (BA), sofre com o descaso e a falta de zelo na conservação e manutenção das instalações físicas internas.

Dentre as deficiências estruturais, o teto apresenta umidade e mofo, tornando o local prolífero às doenças respiratórias. Além disso, o banheiro funciona nas piores condições de higiene e conservação.

No setor da cozinha, das três pias, funciona apenas uma e, em precárias condições, o que facilita a contaminação e o surgimento de bactérias; além disso, alguns utensílios da cozinha e produtos de limpeza são armazenados de forma inadequada, desorganizados e sem proteção.

Em condições semelhantes se encontra a antiga sala de RX, hoje, entulhada com amontoamento de “bagulhos” e sujeira, tornando o local inútil, o qual poderia servir para a abertura de um novo leito, ou berçário.

Outro grave problema é o sucateamento nos itens mobiliários, que apresentam um avançado estado de deterioração, tomados pela ferrugem. Com a falta de colchões, os leitos não proporcionam as mínimas condições de acomodações.

Além de problemas na estrutura física, faltam médicos, medicamentos e utensílios. Os profissionais da área sofrem com a desvalorização da classe, atrasos nos seus proventos, baixa remuneração e a falta de capacitação técnica e aprimoramento. Atualmente, o hospital oferece uma estrutura com 13 leitos e seis berços para atender a demanda de uma população estimada em quase 11 mil habitantes.

O setor da Saúde de Gentio do Ouro vive uma situação de verdadeira calamidade pública, aliada à falta de investimentos e prioridade, fruto de uma gestão excludente e despótica.

Por: Romeu Júnior


Veja fotos do descaso para com a Saúde no Município:












Comentários

  1. Pois, é! Nada mudou. Ontem, domingo, 07/08/2016, um paciente precisou ser removido para outro hospital e a ambulância que o transportaria estava com as portas amarradas por cordas. Não tem iluminação interna o que obriga ao uso de uma lanterna durante a viagem. Isso, após o dr.Danilo Barreto deixá o paciente praticamente à própria sorte, tendo encerrado o plantão sem o encaminhar para o hospital Regional de Irecê. Suspeita de infarto. Paciente chegou a ir até xique-xique, mas, por falta de encaminhamento retornou a Gentio.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do Blog ConeXão Gentio do Ouro reserva-se no direito de apagar tais mensagens.