Gentio do Ouro - Petição publica para reforma do prédio Alfredo Magalhães Sampaio em Gameleira do Assuruá

Solicitamos urgentemente que a Prefeitura de Gentio do Ouro do gestor Ivonilton Santos realize a reforma do prédio Alfredo Magalhães Sampaio em Gameleira do Assuruá .

Em maio de 2013 o imóvel foi destelhado pela própria Prefeitura com a justificativa de que no local seria construída uma quadra de esportes. Após mobilização popular e intervenção do IPAC, a prefeitura interrompeu a demolição e, desde então, o imóvel está sendo destruído pela ação do tempo. 

A construção é do final do século XIX e funcionou como cadeia pública até 1972, quando passou a ser utilizada como Escola. “Além disso, está situado bem próximo ao local onde, segundo os mais antigos, foi encontrada, em meados do século XIX, a Casa das Antas (...). É provável que a Casa das Antas tenha servido de base para os vaqueiros da família Garcia D’Ávila, responsável por grande parte da expansão territorial brasileira, desde o século XVI” (ROCHA, 2013). “Sua importância histórica, afetiva, bem como sua significativa contribuição na formação da paisagem urbana são inquestionáveis, tornando indispensável a sua preservação bem como a reconstrução da cobertura, restaurando sua volumetria primitiva” (IPAC, 2013).

A restauração do Prédio Escolar Alfredo Magalhães Sampaio é, portanto, fundamental para que a vila
preserve suas características originais que são singulares, pois não existe no Estado da Bahia uma vila como a de Gameleira do Assuruá, totalmente construída entre o final do século XIX e primeiras décadas do século XX, que possua, ainda bem preservados, exemplares do período eclético e art déco, com a densidade e a qualidade arquitetônica e construtiva que encontramos no seu conjunto. Por esse motivo, para não que percamos esse exemplar único, solicitamos ainda que, considerando os aspectos artísticos, arquitetônicos, arqueológicos e paisagísticos, Gameleira do Assuruá seja tombada como patrimônio Cultural do Estado. Com o objetivo de que a vila de Gameleira seja tombada e a Escola Alfredo Magalhães Sampaio reformada, assinamos essa petição.

Por Layno Sampaio .

Assine a Petição aqui: www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR68667

FONTES: IPAC. Informação Técnica nº 14. Salvador, 2013. ROCHA, João Augusto de Lima. Gameleira do Assuruá quer a preservação de seu patrimônio histórico. Gameleira do Assuruá, 2013 .

Comentários

  1. Apoie essa causa.
    Assine em:
    http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR68667

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do Blog ConeXão Gentio do Ouro reserva-se no direito de apagar tais mensagens.