Sem receber salários há meses, diretor de escola em Gentio do Ouro pede demissão

"Precisa-se que sejam honrados os pagamentos dos salários sem atrasos, pois 02, 03 e mais meses de atrasos é no mínimo irresponsabilidade" Disse Eliando
Continua por parte dos funcionários públicos municipais de Gentio do Ouro, a longa batalha para receber os salários em dia, esse fato para os servidores tornou-se corriqueiro e sem perspectivas de um dia chegar ao fim.
 
Já cansado com a situação constrangedora e desrespeitosa de ser obrigado a trabalhar “de graça” o diretor das três escolas no distrito de Santo Inácio e com extensão nas comunidades de Buriti e Pedra Vermelha, o Professor Eliando Mascarenhas, pediu exoneração do cargo, exercido a mais de dez anos.
 
“Sabemos que para a oferta de uma educação de qualidade necessita-se de profissionais capacitados, porém precisa-se também de uma estrutura física adequada que possibilite a segurança de todos, precisa-se que sejam honrados os pagamentos dos salários sem atrasos, pois 02, 03 e mais meses de atrasos é no mínimo irresponsabilidade” Disse Eliando.
 
O Conexão Gentio do Ouro tentou contato com a Secretária Municipal de Educação, mas não obteve êxito até o fechamento desta matéria.
Tecnologia do Blogger.