Clima de “racha” no grupo político do prefeito Ivonilton Vieira em Gentio do Ouro

Rumores dão conta da existência de pressão política ao prefeito Ivonilton, para que o nome de Hermilton Júnior não seja escolhido


Na medida em que o processo sucessório municipal de Gentio do Ouro se aproxima, aumenta também a crise interna na base aliada do PSD - Partido Social Democrata, que vive a beira de uma ruptura política entre seus membros.

A ausência da pulverização interna no número de candidatos, colocou o prefeito Ivonilton em linha de coalizão política, que poderá resultar em sequelas, como a derreta nas urnas.

Motivo da briga interna

Quatro correntes internas formadas pelos pré-candidatos, Hermilton Júnior (PSD), Leonardo Gomes (PSD) Alfredo Franca (PC do B) e Mônica Bastos (PSD) disputaram a preferência dos militantes e em especial o “apadrinhamento” político do prefeito Ivonilton Vieira para concorrer ao cargo do executivo municipal nas eleições de 2016.

Rumores dão conta da existência de pressão política ao prefeito Ivonilton, para que o nome de Hermilton Júnior não seja escolhido para disputa em definitivo.

Caso o PSD venha a consagrar o nome de Hermilton Júnior como seu candidato a prefeito nas eleições de Gentio do Ouro, resta apenas saber, se os possíveis dissidentes lançarão candidatura por outro partido, e quem será o voluntário, ou se os mesmos irão apoiar o candidato do PDT Robério Cunha.


Por: Romeu Júnior 

Foto: Neuton Pro Du Ções EPubli

Comentários