Prefeito de Gentio do Ouro, Ivonilton Vieira, tem contas rejeitadas pelo TCM e pode ficar inelegível

Novamente, o Tribunal de Contas dos Municípios - TCM rejeitou as contas do atual prefeito. Para o TCM, as contas de 2014 estão irregulares.

IRREGULARIDADES

O prefeito de Gentio do Ouro, Sr. Ivonilton Vieira dos Santos (PSD) teve suas contas do exercício de 2014 rejeitadas pelo TCM. Para o presidente do Tribunal de Contas, Francisco de Souza Andrade Neto e para o relator Mário Negromonte, as contas foram rejeitadas devido a irregularidades.

Dentre as graves irregularidades apontadas, estão a emissão de 241 cheques sem fundos, ausência de processos licitatórios referentes a vários processos de pagamento, totalizando R$ 240.150,17 e a possíveis danos ao patrimônio do município supostamente causados pela secretária de finanças Sra. Valéria de Souza Araújo no valor de R$ 765.974,44.

O segundo mandato do prefeito Ivonilton Vieira dos Santos vai terminando de forma desastrosa, principalmente no que se refere à prestação de contas ao TCM. O relator opinou pela rejeição das contas, determinando restituição à conta do FUNDEB com recursos públicos no valor de R$ 153.016,82 e a aplicação de duas multas, sendo uma no valor de R$ 15.000,00 e outra estipulada em R$ 8.640,00. Além das multas, o gestor ainda terá de devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 72.743,32, com seus recursos pessoais.

A cada dia que passa o atual prefeito se complica ainda mais e cabe aos vereadores apreciarem as contas com responsabilidade, uma vez que o TCM já indicou inúmeras e graves irregularidades nos processos de pagamento apresentados pelo prefeito. A população também precisa ficar atenta e acompanhar a correta aplicação dos recursos públicos, cobrando do Legislativo municipal que exerça também o seu papel de fiscalizar. Em breve as contas do prefeito estarão disponíveis na sede do legislativo para que qualquer cidadão tenha acesso e possa fiscalizar, podendo apontar e denunciar supostas irregularidades.

Fonte: TCM - Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia.
Por: Gilliard Henrique
Tecnologia do Blogger.