Em entrevista, Oscar Guedes confirma pré-candidatura a vereador em Gentio do Ouro

GENTIO DO OURO | O Funcionário Público Federal Oscar Guedes declarou oficialmente nesta sexta-feira (01) em entrevista ao Portal Conexão Gentio do Ouro que é pré-candidato a vereador pelo Município de Gentio do Ouro – BA, nas eleições de 2016.

Filiado ao PDT (Partido Democrático Trabalhista) o mesmo irá compor a base aliada da chapa majoritária formada por Robério Cunha e Alfredo Franca.
Muitos tentam a vida política no intuito de melhorias financeiras. E comigo é diferente, ou seja, sou pré-candidato a vereador para lutar pelo município e para todos e para que o dinheiro público seja realmente aplicado de forma correta e justa. Não estou atrás de benefícios pessoais e ilegais”. Disse Oscar Guedes.
Confira abaixo a íntegra da entrevista:
Conexão Gentio do OuroOscar, em relação a sua pré-candidatura pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) para o Legislativo, como foi que surgiu o seu desejo de disputar um cargo na política de Gentio do Ouro? 
Oscar Guedes | Romeu Júnior, sempre tive vontade de exercer um mandato eletivo. A política está no meu DNA. Fazendo um levantamento, há pouco, com a minha mãe e com o historiador Celitto Regmendes, que adoram genealogia, identificamos na minha árvore genealógica, somente eleitos pelo povo, 17 políticos, tanto do lado materno como paterno. Entre eles, vereadores, vice-prefeitos, prefeitos, deputados estaduais, deputados federais e até um senador, todos com origens entre os municípios de Gentio do Ouro, Xique-Xique e Pilão Arcado. Só falta presidente e governador. Com origens no município de Gentio do Ouro, se destacam Aurélio Miranda (ex-prefeito de Xique-Xique), Henrique Sampaio (ex-deputado estadual) e Djalma Bessa (ex-deputado estadual, ex-deputado federal e ex-senador). Até o coronel Reginaldo Gomes Lima, criador do município de Gameleira do Assuruá, em 1890, tem parentesco comigo, segundo o historiador Cellito Regmendes. Acredito também que por sermos do interior e de uma região com muitos movimentos políticos, acompanhamos a política mais de perto e assim crescemos mais politizados. E essa vontade foi adiada não por não me sentir preparado e sim pelo contexto do município em que já venho lutando. Tenho 12 anos de luta no município de Gentio do Ouro, principalmente na região de Santo Inácio, onde me instalei por acreditar no potencial da região. Sempre sonhei vê-lo administrado por pessoas que realmente façam acontecer. Chega um momento que o próprio município exige mais a minha presença para lutar ainda mais e dar continuidade a tudo que comecei e continuo semeando. Não dá para ficar lutando somente como cidadão e vendo uma parte dos representantes não administrarem como deveria ser. Tem políticos no Brasil que não sabem elaborar um ofício. Desde que tenham boas intenções, saber fazer um ofício não é tudo, mas é sempre bem-vindo pessoas capacitadas, experientes e com boas intenções para um melhor exercício do mandato.
Conexão Gentio do OuroSabemos que qualquer cidadão para tornar-se um agente político precisa mostrar ao eleitor que vale a pena dar-lhe um voto de confiança; para aqueles que poderão torná-lo Vereador, com certeza querem saber quem é Oscar Guedes?
Oscar Guedes | Sou funcionário público federal concursado, há 9 anos, ocupante do cargo de Técnico de Nível Superior na Superintendência do Patrimônio da União na Bahia, órgão vinculado à Secretaria do Patrimônio da União do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Tenho nível superior completo em Publicidade & Propaganda pela Universidade Católica do Salvador e nível superior incompleto em Jornalismo, iniciado na Universidade Federal do Tocantins e com continuação na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Trabalho também aos finais de semana como motorista do aplicativo Uber. Hospedo também turistas na minha residência através do aplicativo Airbnb. Fiz, recentemente, 40 anos. Amo trabalhar com Turismo, conheço 20 países e milhares de localidades. Sempre observando tudo, procurando aprender cada vez mais e absorver o melhor que a vida tem a oferecer. Minha segunda língua é o italiano (intermediário) e, em seguida, inglês (básico). Conheci o município de Gentio do Ouro, através de Santo Inácio, quando tinha mais ou menos 12 anos de idade. Não me lembro o ano. Só lembro que era dois de novembro, por ser dia de Finados. Sou bisneto de Gameleira do Assuruá, onde os pais da minha avó Felisbela de Miranda Guedes, atualmente com 101 anos de vida, nasceram: Hermínia Bessa de Miranda e Joaquim Gomes de Miranda. Me instalei no município de Gentio do Ouro, em 2004, há 12 anos, quando comecei a construir o Castelo Oskar Kasslatter, na vila de Santo Inácio, onde considero a minha residência oficial. Até o formato da minha residência fiz com criatividade e em forma de castelo para complementar com as belezas naturais e assim ajudar a prosperar o turismo , estratégia essa que vem dando certo. O trabalho que venho desenvolvendo no município é reconhecido Brasil afora, elogiado em várias partes do mundo. O que mais me atrai no município são as belezas naturais exóticas, únicas e paradisíacas. Sempre acreditei no município, mesmo nos momentos de indignação política. Gentio do Ouro tem um potencial incrível, que pode ser bem aproveitado diante de uma boa administração. Vejo futuro e dias melhores para todos quando eu olho para aquela serra. 
 Em complemento à pergunta, vou listar algumas das minhas ações como cidadão, durante esses 12 anos no município de Gentio do Ouro (todas com comprovações):
1 – O município de Gentio do Ouro está presente no livro “Escrito na Pedra – Cor, Forma e Movimento nos Grafismos Rupestres da Bahia”, graças a minha iniciativa! O livro é considerado o maior atlas de pinturas rupestres da Bahia. Quando eu soube do projeto, entrei em contato com o arqueólogo argentino Carlos Etchevarne para informar sobre a existência de muitas pinturas rupestres no município. A partir disso, veio uma equipe no município e visitaram alguns sítios. Inclusive forneci apoio na chegada e também ajudei nos trabalhos de campo. Gentio do Ouro é citado dezenas de vezes no livro , além de fotos e existe uma menção ao meu nome no final do livro como agradecimento;
2 – Cobrei diretamente do responsável do Comitê Gestor Estadual do Programa Luz Para Todos na Bahia, Sr. Antenor Moreira Sena, sobre o atraso na implantação da energia elétrica nos povoados de Buriti e Pedra Vermelha, pois constava que a obra seria executada até junho/2007 e já era outubro de 2007 e nada... Após minha cobrança, em pouco tempo, foi implantada a energia em Buriti e Pedra Vermelha;
3 – Criação de cartões-postais para divulgação das belezas naturais do município;
4 – Criação do site Eco Enigma para divulgar o potencial turístico do município e com informações em geral, servindo de inspiração para criação de outras páginas e suporte para muitas informações;
5 – Cobrei do IPHAN através de ofício sobre a preservação do patrimônio arquitetônico do município;
6 – Venho sempre cobrando da CER Energia sobre as contrapartidas sociais no município;
7 – Enviei ofício para várias instituições estaduais e federais sobre a reforma dos 3 km que dão acesso à Santo Inácio, pois reformaram do entrocamento até à sede do município e “esqueceram” de reformar o acesso à vila;
8 – Enviei ofício para várias instituições estaduais e federais alertando sobre o problema de abastecimento d'água no município;
9 – Coordenei vários mutirões de limpeza em Santo Inácio;
10 – Realizei, em parceria com a Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e com o apoio da CER Energia, uma Oficina de Teatro e Texto para cerca de 20 jovens de Santo Inácio;
11 – Cobrei da Coelba melhorias na iluminação pública e solicitei estudo de viabilidade técnica para ampliação da rede de iluminação em Santo Inácio;
12 – Patrocínio na apresentação pública da peça teatral “De Chapéu e Coração – Histórias de Paixão”, com os atores Ariã Santana e Antônio Meira, nas vilas de Gameleira do Assuruá e Santo Inácio;
13 – Apoio e patrocínio para a Miss Gentio do Ouro Natália Martins representar o município no Miss Bahia Global, uma vez que a prefeitura havia negado ajudá-la;
14 – A participação de uma fotografia da minha autoria e produzida na vila de Santo Inácio no concurso nacional de fotografias “Olhar sobre o Patrimônio Brasileiro” gerou a 6ª colocação;
15 – Apoio a fotógrafos profissionais e também turistas estrangeiros para visitar a vila de Santo Inácio;
16 – Implantação de canteiros e jardins na entrada da vila de Santo Inácio para embelezar a entrada do lugar;
17 – Coordenei um mutirão para arrecadar dinheiro para reformar a antiga usina de Santo Inácio, onde já funcionou um cartório, um posto postal e um posto telefônico que encontrava-se totalmente abandonado pela prefeitura (sendo que o dinheiro arrecadado não foi suficiente eu custeei com a metade dos gastos);
18 – Representei o município de Gentio do Ouro no 1º Encontro de Agentes Patrimoniais da Bahia, realizado em Lençóis/BA, em 2013. Na ocasião, após a minha apresentação, o município foi muito elogiado por suas belezas naturais. Durante o encontro, três imagens de sítios arqueológicos do município foram expostas na cidade de Lençóis;
19 – Emprestei o Castelo Oskar Kasslatter para consultas médicas ligadas ao poder público, uma vez que não existe um posto de saúde em Santo Inácio, embora o governo federal liberou R$30.000,00, há quase dez anos, para a implantação e até hoje não concluíram.
Conexão Gentio do Ouro | Você se sente preparado para assumir uma cadeira no Legislativo?
Oscar Guedes | O povo no município já costuma dizer: “Oscar já faz sem ocupar um cargo político, imagina ocupando...” Eu me sinto muito bem preparado. Pela minha atuação de 9 anos no governo federal, onde tive a experiência de trabalhar em vários setores e exercendo as mais variadas funções, onde inclusive fui titular de cartão corporativo por dois anos e com todas as minhas prestações de contas mensais aprovadas e sem ressalvas. Procuro fazer tudo com a certeza de que estou fazendo de forma justa e legal. Na dúvida, pesquiso várias vezes e também consulto pessoas em quem acredito serem aptas a me orientarem da melhor forma possível. A minha experiência como síndico de condomínio em Salvador, desde 2013, também tem sido muito útil. Como síndico, administro, legislo e fiscalizo. Desde o primeiro dia, transformei tudo para melhor, não só aspectos físicos como também operacionais (zerei uma inadimplência de 33%, pois os condôminos, quando sentem confiança, pagam em dia) e sociais (como valorização profissional com aumentos acima da inflação e inclusão de direitos antes negados), sendo motivos de elogios até pelos moradores da rua e cheguei a ser convidado para coordenar um projeto para administrar uma praça , mas recusei para não sobrecarregar. Tenho uma experiência de vida muito grande, tenho bagagem cultural, acadêmica e profissional... As viagens ajudaram muito a ser o que eu sou hoje e a entender a vida e o mundo cada vez mais. E tudo isso é importante para decisões legislativas, administrativas e fiscalizadoras. Tenho curso de Detetive Profissional através da Federação Brasileira de Investigações e trabalhei nesta área por cerca de dois anos entre São Paulo/SP e Guarujá/SP, o que ajuda na função fiscalizadora como vereador. Muitos tentam a vida política no intuito de melhorias financeiras. E comigo é diferente, ou seja, sou pré-candidato a vereador para lutar pelo município e para todos e para que o dinheiro público seja realmente aplicado de forma correta e justa. Não estou atrás de benefícios pessoais e ilegais. O que eu puder fazer para que tenhamos uma sociedade com menos desigualdades sociais, um município com as contas em dia e uma economia forte, um lugar melhor para se viver, farei.
Como complemento à pergunta, vou listar alguns cursos e eventos que participei que também ajudam no exercício de um mandato político (todos com certificados):
1 – Congresso Brasileiro de Direito Urbanístico, realizado em Brasília/DF;
2 – Curso de Auditoria e Sistemas de Controle Interno e Externo, realizado na Associação Brasileira de Orçamento Público, em Brasília/DF;
3 – Curso de Receitas Patrimoniais: Inovação, Eficiência e Eficácia, em Salvador/BA;
4 – Oficina Nacional nos Sistemas de Informação da SPU, em Salvador/BA;
5 – Treinamento Formação para Membros de Comissões – PAD, promovido pela Controladoria-Geral da União da Presidência da República e realizado pela Escola de Administração Fazendária – ESAF, em Palmas/TO;
6 – Oficina de Gestão de Documentos e Sistema CPROD, em Palmas/TO;
7 – Seminário Eficiência do Gasto Público, realizado pela ESAF e executado pelo Centro Regional de Treinamento da Escola de Administração Fazendária na Bahia;
Conexão Gentio do Ouro | Oscar, quais áreas, caso torne-se Vereador, você daria atenção primária? 
Oscar Guedes  | Minhas prioridades serão o Turismo e o Combate à Corrupção. Para trabalhar com o Turismo, é preciso também trabalhar em sintonia com todas as outras áreas, seja a Educação, Saúde, Segurança, Cultura, Meio Ambiente, Transporte, Comunicação, Esportes, Eventos... O principal para atrair turistas, o município já possui, que é o seu rico patrimônio natural e arqueológico, principalmente, e também arquitetônico. Porém, falta toda uma infraestrutura turística. E implantá-la de forma equilibrada e organizada é um dos objetivos não só meu como também da chapa majoritária que apoio formada por Robério Cunha e Alfredo Franca. É preciso atrair turistas com consciência ambiental e que venham para acrescentar e gerar renda. Para isso, já estamos montando as estratégias para implantação dessa infraestrutura através do plano de governo da coligação que será divulgado em breve. Muitos turistas, inclusive estrangeiros, tem me procurado para se hospedar no Castelo Oskar Kasslatter e assim conhecer as maravilhas naturais que o município oferece, porém tenho evitado porque falta infraestrutura turística no município. Não adianta levar turistas e chegar lá encontrar muita “sujeira” nas localidades, não ter todo um suporte e serviços para que a viagem se torne melhor,  principalmente para os turistas mais exigentes e que são os que mais acrescentam na economia do lugar. E para fazer tudo isso, é preciso combater as irregularidades com o dinheiro público. Temos que acabar com essa cultura em que até na compra do sabonete da escola tem falcatruas. Como costumo dizer, somos um país rico e se for administrado corretamente, tem como investir e melhorar tudo. Com a minha vitória e da chapa majoritária, teremos um grande desafio pela frente em resolver problemas, dentre eles, o pagamento em dia do funcionalismo público municipal, pois além de ser um dever, o trabalhador tem seus compromissos financeiros a cumprir.
Conexão Gentio do Ouro | Para finalizar nossa entrevista, deixe suas considerações finais e uma mensagem aos eleitores de Gentio do Ouro.
Oscar Guedes | Em primeiro lugar, agradeço a oportunidade desse veículo de comunicação, administrado por um gentiense, que embora morando longe desenvolve um trabalho em prol do município, eis o motivo da minha admiração. Oportunidade essa que é também de todo o eleitorado do município para melhor conhecer os candidatos e suas propostas. Agradeço também pela qualidade das perguntas que foram muito bem elaboradas. E gostaria de dizer a todos que as minhas decisões são e serão pautadas sempre colocando o município em primeiro lugar, de forma justa e para todos. Quem me conhece sabe que não sou de duas conversas. O meu compromisso de hoje é o de sempre. Até os meus adversários reconhecem a minha capacidade e vontade de fazer acontecer cada vez mais.

Comentários

  1. Oscar,
    Aqui de São Paulo estaremos torcendo pela sua vitória, entendemos que é único capacitado para acompanhar e fiscalizar qualquer gestão municipal não importando quem seja o vencedor.
    Boa Sorte-Antônio Barreto (011) 98932 7270

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do Blog ConeXão Gentio do Ouro reserva-se no direito de apagar tais mensagens.